Resenha: 3096 dia Natasha Kampusch





Título: 3096 Dias
Gênero: Biografia
Autor: Natascha Kampusch
Ano: 2011
Número de páginas: em pdf 663

Sinopse: Em 2 de Março de 1998 Natascha, após uma briga com a sua mãe na noite anterior, resolveu ir sozinha para a escola sem ao menos se despedir de sua mãe. O que ela não esperava, é que não fosse voltar para casa tão cedo, e sim somente 8 anos e meio depois. Aos 10 anos ela foi sequestrada no caminho da escola e ficou presa em cativeiro até os 18 anos, quando finalmente conseguiu fugir. Neste livro ela relata como foram estes anos.

Natascha Kampusch era uma criança comum olhando de fora da sua vida, mas quando nos aprofundamos vemos que não é bem assim. Fora criada para ser uma mulher forte, sua mãe sempre a dizia que "um índio não sabe o que é dor", então ela não podia ser "mole" em relação as coisas que lhe acontecia.
Seus pais se separaram quando ainda era pequena, e isso causara um turbilhão de emoções em sua cabeça de criança, pensando muitas vezes que foi excluída e que não fazia parte daquele ambiente.
Aos 10 anos Natascha foi sequestrada, e o que mais doía nela era o fato de ter saído sem se despedir de sua mãe. E foi com o ensinamento dela e o amor pela vida que Natasha pode sobreviver.
Mesmo sendo muito jovem, Natascha formulou várias estratégias para saber lhe dar com seu sequestrador e foi graças a isso que suportou-o por tantos anos. Ela via nele um adulto cujo o qual tinha lhe tirado a liberdade, mas que dependia dele para sobreviver. 
Foi humilhada, escravizada, abusada, mas ainda assim o via como um ser humano que precisava de ajuda, porém sabia que ele era um criminoso e precisava pagar por esse crime. 
Natasha sempre teve em sua mente, antes mesmo de ser sequestrada, que aos 18 anos seria independente e isso não mudou no cativeiro. Aos 18 anos Natascha reuniu forças e depois de algumas oportunidades que teve para fugir, na ultima ela conseguiu. (Eu iria contar todas essas oportunidades, mais achei melhor vocês ficarem querendo saber e ler o livro :) rs )


Natascha me ensinou que Deus nos prepara para tudo e nos dá força em todas as circunstancias. Não to dizendo que Deus quis o mal de Natascha, que queria que fosse brutalmente violentada e escravizada, mas Ele a ajudou e lhe deu força e inteligencia, que uma criança de 10 anos não tem, para sobreviver.


Espero que tenham gostado da minha primeira resenha, prometo melhorar! *--*
beijos e até a próxima :*


4 comentários

  1. Oiee!

    Ele é baseado em fatos reais? Gostei demais, estou querendo ler! haha

    bjsss

    ResponderExcluir
  2. Oi Lou. É sim. O acaso ocorreu em 1998 e Natascha só conseguiu fugir em 2006.
    bjs

    ResponderExcluir
  3. Que lindo , não conhecia esses livro vou procura-lo

    Beijos, Deus abençoe *-* ♥
    mundodasgarotasforever.blogspot.com { Retribui a visita ? }

    ResponderExcluir