Como um pássaro


Me sinto um pássaro com medo demais para arriscar um voo. Sofrendo demais por aquilo que pode vir a ficar para trás.

Me sinto um pássaro que anseia por liberdade e ao mesmo tempo a teme, pois sabe que depois de uma escolha feita, o caminho não terá volta. 
Me sinto um pássaro oprimido em uma gaiola não por algo ou alguém, mas por seus próprios pensamentos, seus sentimentos o aprisionam.
Agora devo escolher ser um pássaro livre e sem rumo, ou preso e seguro.


4 comentários

  1. ''Me sinto um pássaro com medo demais para arriscar um voo. Sofrendo demais por aquilo que pode vir a ficar para trás.''

    Você descreveu o meu momento.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela visita Vanessa. Bom por te se identificado. E força para você seguir seu coração :*

      Excluir
  2. Texto maravilhoso (=

    ResponderExcluir